310718 acordoitaipu25 de julho de 2018 – A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) firmou nesta quarta-feira (25) um acordo de cooperação técnica com a Itaipu Nacional, uma companhia de geração de energia gerenciada pelos governos do Brasil e Paraguai. O objetivo é fortalecer os sistemas de saúde na área da tríplice fronteira.

O acordo contribuirá ao processo de integração regional para a cooperação entre países e para o desenvolvimento da saúde em áreas da tríplice fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai, com o intuito de alcançar as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

As áreas de trabalho conjunto incluem o fortalecimento dos sistemas de saúde; vigilância de saúde integrada, saúde da mulher, do homem, da criança, do adolescente e da pessoa idosa; doenças não transmissíveis e saúde mental; e desenvolvimento de recursos humanos em saúde, entre outros pontos. Propõem trabalhar em ações e estratégias de curto, médio e longo prazo para obter resultados significativos e alcançar a saúde universal.

A diretora da OPAS, Carissa F. Etienne, destacou a importância de trabalhar neste acordo e a oportunidade que ele implica para ambas instituições no alcance de um impacto positivo na saúde das populações que vivem na tríplice fronteira. Sublinhou, também, a relevância de poder unir esforços para reduzir as inequidades e barreiras aos serviços de saúde.

Etienne e Marcos Vitório Stamm, diretor geral da Itaipu no Brasil, firmaram o acordo na sede da OPAS, em Washington D.C. Em Assunção, o acordo foi firmado por James Spalding, diretor geral da Itaipu no Paraguai e Luis Roberto Escoto, representante da OPAS/OMS no país.

Escoto enfatizou que o acordo reconhece “a saúde como um direito humano fundamental” e, nesse marco, as linhas de ação acordadas que “serão abordadas com enfoques transversais de gênero, interculturalidade e redução das inequidades em saúde”.

Por sua parte, Spalding destacou o valor do acordo de cooperação técnica e afirmou que, ao trabalhar juntas, as instituições criarão uma sinergia que as permitirá colaborar para que “em 20130, possa-se celebrar o cumprimento das metas propostas pelos ODS.

No marco deste acordo, o trabalho será realizado com ambas direções gerais da Itaipu Binacional, Margen Derecha (Paraguai) e Margen Izquierda (Brasil), assim como com as representações da OPAS nos dois países.

A partir da assinatura do acordo, as duas instituições poderão firmar outros acordos mais específicos sobre os temas de trabalho já identificados. As atividades de cooperação técnica incluem capacitações, gestão do conhecimento, transferência de conhecimento e tecnologias, a possibilidade de estudos e pesquisas, intercâmbio de experiências entre países e a promoção de cooperação da cooperação entre países, triangular e Sul-Sul.