310718 jarbasbarbosa31 de julho de 2018 – O médico brasileiro Jarbas Barbosa da Silva foi nomeado para o cargo de subdiretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as Américas.

O novo subdiretor terá a responsabilidade de supervisionar os programas de cooperação técnica fornecidos pela OPAS aos 35 Estados Membros da Organização. As áreas técnicas são Família, Gênero e Curso de Vida; Doenças Transmissíveis e Determinantes Ambientais da Saúde; Doenças Não Transmissíveis e Saúde Mental; Desenvolvimento Sustentável e Equidade em Saúde; Evidência e Inteligência para Ação em Saúde; e Serviços e Sistemas de Saúde.

A diretora da OPAS, Carissa F. Etienne, nomeou Barbosa para o cargo de subdiretor para a sede da Organização em Washington D.C. Barbosa substitui Francisco Becerra, que ocupava o cargo desde 2013.

Barbosa foi diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entre julho de 2015 e julho de 2018. Antes disso, esteve, desde 2011, no Ministério da Saúde do Brasil como secretário de Vigilância em Saúde e, posteriormente, como secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos.

De 1997 a 2003, Barbosa ocupou o cargo de diretor do Centro Nacional de Epidemiologia (CENEPI) brasileiro e liderou o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária do país.

Sua carreira profissional no campo da saúde pública teve início em 1982, quando começou a trabalhar para o Departamento de Saúde do estado de Pernambuco. Lá, ele foi nomeado coordenador do Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis e HIV/aids. Depois, atuou como secretário municipal de saúde em Olinda e, em seguida, secretário de saúde de Pernambuco.

Barbosa é graduado em medicina pela Universidade Federal de Pernambuco. Especializou-se em saúde pública e epidemiologia na Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Ele possui mestrado em Ciências Médicas e doutorado em saúde pública pela Universidade de Campinas.

Trabalho junto à OPAS

Em 2007, Barbosa ingressou na OPAS como gerente de Vigilância da Saúde e Prevenção e Controle de Doenças, onde liderou a coordenação de atividades regionais relacionadas à vigilância, prevenção e controle de doenças transmissíveis e não transmissíveis; saúde pública veterinária; e análises e estatísticas de saúde. Ele ocupou esse cargo até abril de 2010.

Como membro da delegação brasileira, Barbosa participou da Assembleia Mundial da Saúde, da Diretoria Executiva da OMS e do Conselho Diretor da OPAS. Ele também representou o Brasil no Comitê Executivo da OPAS de 2012 a 2014 e foi presidente do Comitê de 2013 a 2014.