02042019 relatorioIDEA2 de abril de 2019 – A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a organização global PATH lançaram um novo relatório – Immunization Data: Evidence for Action (IDEA) – para proporcionar à comunidade de imunização estratégias claras e comprovadas com o intuito de melhorar a qualidade e o uso de dados.

Embora os avanços na tecnologia da informação tenham conduzido a um aumento contínuo na quantidade de dados de saúde disponíveis, eles continuam a ser um recurso subutilizado na concepção e implementação de programas de imunização em todo o mundo. O relatório identifica cinco estratégias comprovadas para melhorar o uso de dados e descreve como os financiadores, formuladores de políticas e implementadores de programas podem incorporá-las para melhorar a eficácia dos programas de imunização:

1. Estratégias que abordam as barreiras à imunização devem estar interconectadas e se reforçar mutuamente;
2. Quanto mais dados forem utilizados, é mais provável que melhore sua qualidade;
3. Os dados devem ser uma parte integral da tomada de decisão em saúde;
4. Os sistemas de informação digital devem ser utilizados para proporcionar dados de alta qualidade aos tomadores de decisão em tempo real;
5. O uso de sistemas digitais deve ser feito em etapas para garantir que a infraestrutura adequada esteja implementada para administrá-los.

“A Região das Américas tem alguns dos níveis mais altos de cobertura de vacinação do mundo, mas, apesar disso, muitas populações de difíceis de alcançar ainda são deixadas para trás”, disse Martha Velandia, assessora regional de imunização da OPAS. “Garantir que os profissionais tenham acesso a dados rigorosos é vital para a concepção e implementação de programas baseados em evidências que sabemos que funcionarão. A revisão do IDEA é um grande passo para compilar essas evidências e destacar as áreas onde mais dados são necessários”, acrescentou.

Revisão do IDEA
A revisão da IDEA, financiada pela Fundação Bill & Melinda Gates, baseia-se em resultados de quase 550 documentos – incluindo publicações, documentos de trabalho, avaliações de projetos e relatórios – elaborados e priorizados por especialistas em imunização global. O relatório resultante fornece um guia conciso para profissionais de saúde pública e mundial, explicando o que funciona para melhorar a qualidade e o uso dos dados, por que funciona e como a comunidade de imunização pode adotar medidas baseadas em evidências para melhorar os resultados em todo o mundo.

“A OPAS e a PATH conduziram a revisão do IDEA para reunir sistematicamente evidências disponíveis e identificar onde estão funcionando as intervenções para melhorar o uso dos dados de imunização e onde temos lacunas na informação”, disse Laurie Werner, diretora global da Iniciativa BID com a PATH. “As cinco estratégias descritas pela revisão têm a intenção de servir como um recurso para todos nós que trabalhamos na comunidade de imunização e para ajudar a avançar e refinar os esforços que realmente funcionam.”

Ambas as organizações receberam apoio para o desenvolvimento da revisão do IDEA por um comitê diretivo que inclui líderes mundiais e regionais nas áreas de imunização, qualidade e uso de dados da Organização Mundial da Saúde (OMS); Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC); Fundação das Nações Unidas para a Infância (UNICEF); Gavi, the Vaccine Alliance; e o Instituto Suíço de Saúde Pública e Tropical.

A revisão do IDEA está sendo lançada nesta semana em consonância com a reunião do Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas sobre Imunização (SAGE) em Genebra, na Suíça. Como o principal grupo assessor da OMS para vacinas e imunização, o SAGE representa uma importante parte interessada que pode ajudar a traduzir os resultados do IDEA à prática.

#FindYourFinding
Os parceiros do IDEA também lançaram a campanha interativa #FindYourFinding, convidando os profissionais da comunidade global de imunização e saúde a explorar a revisão do documento e compartilhar como planejam atuar em suas descobertas. O site da campanha, findyourfinding.org, dá vida às estratégias por meio de depoimentos de parceiros e apoiadores.

O uso de dados de alta qualidade é uma pedra angular para o funcionamento dos programas de imunização. O acesso a dados precisos e completos permite aos tomadores de decisões em saúde pública compreender quais populações estão desatendidas e onde os recursos podem ser alocados com mais eficiência. Quando os profissionais de saúde têm dados utilizáveis de vacinação, podem determinar quais crianças devem se vacinar e realizar a divulgação necessária para garantir que visitem as instalações de saúde. Esse uso de dados resulta em uma melhor cobertura e equidade nas coberturas de vacinação.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) trabalha junto aos países das Américas para melhorar a saúde e a qualidade de vida de sua população. Fundada em 1902, é a agência de saúde pública internacional mais antiga do mundo. Atua como Escritório Regional da OMS para as Américas e é a agência de saúde especializada do Sistema Interamericano.

A PATH é uma organização global que trabalha para acelerar em relação à equidade em saúde, reunindo instituições públicas, empresas, empreendimentos sociais e investidores para resolver os desafios de saúde mais urgentes do mundo. Com expertise em ciência, saúde, economia, tecnologia, defesa e dezenas de outras especialidades, a PATH desenvolve e dimensiona soluções - incluindo vacinas, medicamentos, dispositivos, diagnósticos e abordagens inovadoras para fortalecer os sistemas de saúde em todo o mundo. Para mais informações, visite: http://www.path.org.