vacinacao zegotinha ceilandia 220px17 de outubro de 2020 – A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) participou neste sábado da abertura nacional do Dia D para a vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos, em Ceilândia, no Distrito Federal. Mais de 40 mil postos de vacinação em todo o país foram abertos.

O objetivo é mobilizar a população para manter as vacinas em dia e se proteger também de diversas doenças, como pólio, sarampo, febre amarela, rubéola, caxumba, hepatites A e B, dentre outras. A campanha de multivacinação, promovida pelo Ministério da Saúde do Brasil, segue até 30 de outubro e ocorre paralelamente à campanha contra a poliomielite. Essa doença viral pode afetar os nervos e levar à paralisia parcial ou total de crianças, podendo afetar também os adultos não vacinados.

Na abertura do Dia D, estiveram presentes o secretário nacional de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia; o secretário de Saúde do Distrito Federal, Osnei Okumoto; o secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, Raphael Câmara Parente; e a representante da OPAS e da Organização Mundial da Saúde no Brasil, Socorro Gross; além de outros especialistas e autoridades de saúde desses três entes.

No Brasil, quando a pessoa se vacinar, é importante levar também o cartão de vacinação (o próprio e o dos filhos), de modo a garantir que estará com as vacinas em dia. Confira o Calendário Nacional de Vacinação: http://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/vacinacao/vacine-se#calendario.

É também fundamental manter as medidas de proteção contra a COVID-19: lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou álcool em gel e cobrir a boca com o antebraço quando tossir ou espirrar (ou utilize um lenço descartável e, após tossir/espirrar, jogue-o no lixo e lave as mãos). É importante manter-se a pelo menos 1 metro de distância das outras pessoas e usar máscara em todos os momentos em que o distanciamento físico não é possível.

Foto: Erasmo Salomão/MS