seguranca paciente seminario7 de agosto de 2017 – A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) destacou nesta segunda-feira (7) que investir em segurança do paciente, principalmente em iniciativas para controle de infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS), representa uma significativa economia de recursos. Leia mais...

sangue bombaim site213 de julho de 2017 – Uma cooperação inédita entre Brasil, Colômbia e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) permitiu que o sangue doado por um jovem no município brasileiro de Fortaleza salvasse a vida de uma criança na cidade colombina de Medellín. A menina, de um ano e três meses de idade, precisava de transfusão de um tipo raro de sangue: o fenótipo Bombaim. Mas em todo o território colombiano não havia nenhum doador compatível.

Leia mais...

Todos os anos, em 14 de junho, países de todo o mundo celebram o Dia Mundial do Doador de Sangue. A data tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a necessidade de sangue e seus derivados seguros, além de agradecer aos doadores por sua iniciativa, que pode salvar vidas.

O sangue é um recurso importante tanto para tratamentos planejados como para intervenções urgentes. Ele ajuda os pacientes que sofrem de doenças crônicas graves a viver por mais tempo e com mais qualidade, além de servir de apoio para procedimentos médicos e cirúrgicos complexos. O sangue também é vital para tratar feridos durante emergências (como desastres naturais, acidentes e conflitos armados) e carrega uma função essencial na assistência materna e perinatal. 

Leia mais...

12.06.2017 - diasangue site12 de junho de 2017 – Menos da metade dos doadores de sangue na América Latina e no Caribe são voluntários, de acordo com relatório divulgado nesta segunda-feira (12) pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) no marco do Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado em 14 de junho.

Leia mais...

medicamentos tb-mdr site6 de junho de 2017 – Novas recomendações sobre quais antibióticos usar para infecções comuns e quais preservar para situações mais graves estão entre os acréscimos à Lista Modelo de Medicamentos Essenciais da Organização Mundial de Saúde (OMS) para 2017. Também foram adicionados medicamentos para o HIV, hepatite C, tuberculose e leucemia.

Leia mais...