|||| Este conteúdo foi arquivado e não é mais atualizado. ||||


A OPAS/OMS no Brasil, no período de 4 a 7 de fevereiro de 2013, em conjunto com o Ministério da Saúde esteve no estado do Mato Grosso do Sul contribuindo no esforço para controle da epidemia de dengue , com destaque para o município capital, Campo Grande.  

Leia mais...

altA Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, alerta quanto à importância da intensificação das ações de vigilância da febre amarela no país durante o período sazonal da doença. Segundo a série histórica de casos o período sazonal vai de dezembro a maio. Dentre a série de ações a serem adotadas podemos citar: investigar oportunamente e notificar todos os casos suspeitos, em até 24h, incluindo as doenças febris ictéricas e/ou hemorrágicas, os óbitos por causa desconhecida e as epizootias em primatas não humanos.

Leia mais...

Até a 52º semana epidemiológica de 2012 foram confirmados no país 4.055 casos de dengue grave e 284 óbitos. Estes dados revelam, para os casos confirmados de dengue grave e óbitos, uma diminuição de 62% e 41% respectivamente. A maior redução ocorreu na região Sul (93%), tanto para os casos graves como óbitos confirmados.

Leia mais...


O dia 27 janeiro marcou o Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase. O propósito desta celebração é aumentar a consciência de que a hanseníase é curável, que as pessoas afetadas pela hanseníase e suas famílias têm direitos iguais aos outros e lembrar-se que, embora tenha havido um declínio constante em casos de Hanseníase nos últimos 20 anos, após a introdução de poliquimioterapia, esta doença antiga ocorre ainda hoje, afetando as populações mais pobres e vulneráveis socio-economicamente. É por esta razão que a hanseníase está dentro do grupo de doenças negligenciadas.                     
(Clique na fotografia para ver o vídeo com o pronunciamento)


Leia mais...

Acontecerá em Havana, Cuba, de 12 a 23 de agosto de 2013, a 13a edição do “Curso Internacional de Dengue”. Este curso é organizado pelo Centro colaborador da OPAS/OMS para o estudo da dengue, o  Instituto de Medicina Tropical Pedro Kouri, em colaboração com a Sociedade Cubana de Microbiologia e Parasitologia, Ministério de Saúde Pública da República de Cuba (MINSAP) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Leia mais...