2019

2019-05-17 23:25:25

OPAS recebe prêmio da Liga Mundial de Hipertensão por seus esforços para combater a doença nas Américas

170519 hearts17 de maio de 2019 – A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) recebeu o Prêmio de Excelência Organizacional da Liga Mundial de Hipertensão por seu trabalho no controle da hipertensão nas Américas. A premiação reconhece os esforços da OPAS na implementação da iniciativa HEARTS, que tem o objetivo de reduzir a carga de doenças cardiovasculares na região e no mundo.



2017

2017-05-18 14:08:29

Países das Américas apresentam benefícios de iniciativa para reduzir risco cardiovascular controlando a hipertensão

17.05.2017---diamundialdahipertensosite18 de maio de 2017 – Quatro países das Américas implementaram intervenções bem-sucedidas para reduzir o risco cardiovascular de pacientes, que consistem na prestação de cuidados e acompanhamento integral de pessoas com hipertensão. Os resultados iniciais mostram uma melhora na porcentagem de pacientes que mantêm sua pressão arterial sob controle em clínicas onde o programa foi aplicado.



2016

2016-09-29 19:29:01

Doenças cardiovasculares

Revisado em maio de 2017

Principais fatos

  • As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo: mais pessoas morrem anualmente por essas enfermidades do que por qualquer outra causa.
  • Estima-se que 17,7 milhões de pessoas morreram por doenças cardiovasculares em 2015, representando 31% de todas as mortes em nível global. Desses óbitos, estima-se que 7,4 milhões ocorrem devido às doenças cardiovasculares e 6,7 milhões devido a acidentes vasculares cerebrais (AVCs).
  • Mais de três quartos das mortes por doenças cardiovasculares ocorrem em países de baixa e média renda.
  • Das 17 milhões de mortes prematuras (pessoas com menos de 70 anos) por doenças crônicas não transmissíveis, 82% acontecem em países de baixa e média renda e 37% são causadas por doenças cardiovasculares.
  • A maioria das doenças cardiovasculares pode ser prevenida por meio da abordagem de fatores comportamentais de risco – como o uso de tabaco, dietas não saudáveis e obesidade, falta de atividade física e uso nocivo do álcool –, utilizando estratégias para a população em geral.


2016-04-12 18:16:44

Risco de doenças cardiovasculares se inicia em 120/80 mmHg, que poderão transformar-se em novos limites diagnósticos de hipertensão arterial

12 de abril de 2016 - Os brasileiros têm tendência a desenvolver doenças cardiovasculares causadas por hipertensão arterial. Em 22 inquéritos populacionais, representativos de cidades brasileiras, identificou-se alta prevalência de hipertensão, variando entre 22% e 44% em adultos (32% em média) e chegando a mais de 50% em indivíduos com 60 a 69 anos e 75% naqueles com mais de 70 anos. A alta prevalência de hipertensão arterial é decorrente de sua alta incidência, chegando a 80% em indivíduos com pré-hipertensão arterial em 10 anos. Esta é uma das informações divulgadas no fascículo ”Comparação entre medicamentos para tratamento inicial da hipertensão arterial sistêmica”, lançado no último mês pela Representação da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil.



2013

2013-04-18 13:12:57

Dia Mundial da Saúde