Home

BVS Economia da Saúde: trabalho em rede e informação especializada

A BVS Economia da Saúde (BVS ECOS) do Brasil oferece informação científica e técnica para gestores e profissionais da saúde. Tendo o papel de Portal Nacional de Informação em Economia da Saúde, busca também criar elementos que garantam a disseminação da informação para os cidadãos.

Sob esses objetivos, a BVS Economia da Saúde segue seu desenvolvimento guiada por um conjunto de projetos específicos definidos pelo Comitê Consultivo Coordenador Nacional, constituído oficialmente em 8 de junho de 2006. Em 2009, o projeto da BVS Economia da Saúde foi fortalecido por meio da Ata de compromisso para o desenvolvimento da Biblioteca Virtual em Economia da Saúde Brasil, a partir da 3ª Reunião do Comitê Consultivo da BVS Economia da Saúde.

A BVS ECOS é liderada pelo Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde (DESID/SE/MS) e outras instituições da área (ver mais aqui) em cooperação com a BIREME/OPAS/OMS.

Segundo Fabiola Sulpino Vieira, coordenadora Geral de Programas e Projetos em Economia da Saúde do DESD, o modelo BVS tem sido reconhecido como uma das iniciativas mais relevantes para a disseminação de informação em saúde, ampliando o acesso ao conhecimento científico e seu uso na formulação e implementação de políticas. Foi pelo reconhecimento de tal importância, aliado à necessidade de divulgação de estudos e pesquisas em Economia da Saúde, que em 2006 o Ministério da Saúde resolveu desenvolver a BVS Economia da Saúde.

A coordenadora também explica a reestruturação do projeto. Algumas mudanças na estrutura do Ministério da Saúde se processaram desde a criação da BVS ECOS, entre elas a alteração de lócus da Economia da Saúde dentro do Ministério. A retomada do desenvolvimento da BVS ECOS constitui ação estratégica do DESID. Por isso, o departamento empenhou esforços, juntamente com as instituições cooperantes do projeto para realizar reunião do Comitê Consultivo da BVS em setembro de 2009, em Brasília. O sucesso da reunião foi evidente, na medida da participação de todas as instituições com assento no Comitê e da discussão do projeto de retomada da biblioteca, bem como da matriz de responsabilidades dos seus membros, enfatizou.

Na ocasião da reunião do Comitê Consultivo, Elias Jorge, ex-Diretor do Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento, afirmou que o Brasil foi o primeiro país a criar e formalizar a Economia da Saúde dentro do Ministério da Saúde. Atualmente já existem mais de 10 países que desenvolveram a área Economia da Saúde. Sendo assim, a intenção agora é dar sustentabilidade a esta BVS, o que pode ser feito através de ações destinadas ao público interessado, como por exemplo, os formados em Economia da Saúde, além de sensibilizar os gestores, pesquisadores e acompanhar os produtos produzidos pelos editais.

Portal e fontes de informação da BVS ECOS

A atualização da BVS foi prevista nesta etapa do projeto da BVS, o que incluiu a atualização da versão do aplicativo BVS-Site incluindo um novo desenho gráfico do portal considerando o atual modelo da BVS. Desde 2009 a BVS ECOS também oferece aos seus usuários o sistema de busca integrada que permite a apresentação dos resultados por meio de clusters/filtros, maximizando as pesquisas realizadas pelos usuários da BVS.

Nesta fase do projeto foi previsto a atualização das áreas temáticas que representam esta área do conhecimento no Brasil. Após discussão do Comitê Consultivo, por meio de articulação do DESID/SE/MS e BIREME, foram definidas as seis grandes áreas temáticas da BVS, sendo elas: Aspectos gerais da economia da saúde; Estado, mercado e regulação econômica em saúde; Financiamentos e gastos em saúde; Avaliação econômica em saúde; Equidade e desigualdade em saúde; Gestão dos serviços de saúde.

Após a definição dos termos, equipes da BIREME concentraram esforços na elaboração de estratégias, processamento dos dados e novo layout para a nova área temática, disponível no portal da BVS desde julho de 2010.

As fontes de informação também evoluíram muito no último ano, por meio de alimentação descentralizada, atualmente o Diretório de Eventos já disponibiliza mais de 150 eventos da área e o Catálogo de Sites mais de 200 sites especializados cadastrados.

No portal já encontra-se disponível para os usuários o tópico “Literatura Recomendada” em Economia da Saúde, composta por artigos pré-selecionados por especialistas da área.

Capacitações e ações de divulgação promovem a BVS ECOS

Cumprindo as etapas de desenvolvimento do projeto, a BIREME vem realizando reuniões de acompanhamento do projeto junto ao Comitê Consultivo, que foi ampliado em 2010 (conheça as instituições participantes) e a Secretaria Executiva da BVS ECOS.

Além disso, capacitações para as equipes do DESID/SE/MS nos aplicativos como o BVS-Site e no Modelo da BVS deram maior autonomia na manutenção e gestão da BVS ECOS.

Como atividade de apoio à promoção da instância em eventos nacionais e internacionais especializados, em setembro de2010 a BIREME disponibilizou a nova versão do folder da BVS ECOS, com novo layout e atualização da apresentação de conteúdos da BVS.

Em novembro de 2010, ocorreu a 5ª Reunião do Comitê Consultivo da BVS, com o objetivo de capacitar a equipe do DESID/SE/MS e o próprio Comitê Consultivo na utilização do Espaço Colaborativo da BVS ECOS e fomentar a discussão e as decisões quanto à seleção de conteúdos científicos e técnicos por área temática e as demandas futuras do projeto da BVS ECOS.

Em 2011, entre os avanços da BVS ECOS, houve treinamento em Gestão estratégica da BVS para a Secretaria Executiva da BVS Economia da Saúde, por meio da equipe do DESID/MS. A capacitação aconteceu na BIREME nos dias16 a18 de março abordando também atividades como Pesquisa nas fontes de informação da BVS, uso do Localizador de Informação em Saúde (LIS) e suporte para a definição de conteúdos organizados por áreas temáticas. Tais treinamentos envolveram diversas equipes da BIREME e proporcionaram novas competências que fortalecerão o trabalho da BVS.

Nos dias 20 e 21 de junho de2011, a equipe da BIREME ministrou treinamento também para técnicos e membros do Comitê Consultivo sobre a colaboração para o desenvolvimento do LIS e do Diretório de Eventos (DirEve) com o intuito de fortalecer o trabalho descentralizado da BVS. Abordou também o uso do Espaço Colaborativo BVS ECOS como meio para compartilhar experiências, notícias, documentos, imagens, discussões nos fóruns para o desenvolvimento colaborativo da BVS ECOS.

Desde 2009, a BVS ECOS também vem sendo tema de atividades de divulgação e promoção para públicos especializados, usuários de suas fontes de informação. O mais recente foi o curso no âmbito da 8th Health Technology Assessment International Meeting (HTAi 2011), no Rio de Janeiro, intitulado “Busca por informação e evidência científica em Economia da Saúde na Biblioteca Virtual em Saúde”.

Além deste, a BVS ECOS foi divulgada pela BIREME em cooperação com o DESID/SE/MS nos eventos: Congresso da Associação Brasileira de Economia da Saúde (Abres), em dezembro de 2009; no 16º Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (SNBU) em outubro de 2010; no 27º Congresso do Conasems, em julho de 2011, no estande em parceria com a Representação da OPAS no Brasil.

Com o objetivo de divulgar a BVS ECOS para públicos específicos, foram programadas capacitações para alunos de graduação e pós-graduação dos cursos de Economia da Saúde para os alunos da Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, as quais estão sendo realizadas ao longo do último ano.

Resultados Alcançados

Nos últimos dois anos a BVS Economia da Saúde (BVS ECOS) avançou e atingiu metas que foram possíveis graças à ampliação do seu Comitê Consultivo por meio de parceria com instituições, que são hoje representadas: Anvisa, ANS, Conasems, Conass,Ipea, SES-PA, Asbra, Unifesp, UFMG, UFGO, UFPE, UFRGS, Ministério da Saúde do Brasil, BIREME. E também ao fato do DESID/SE/MS alocar recursos humanos para a gestão da BVS, com a contratação da Bibliotecária Jacqueline Ferreira.

A BVS ECOS também se fortalece no cumprimento de sua missão de disseminar informação para os gestores e profissionais de saúde, de forma a garantir o cumprimento exitoso das propostas do Centro Nacional de Informação em Economia da Saúde, Farmacoeconomia, Avaliação e Inovação Tecnológica.

Nesta etapa do projeto focou-se no em dinamizar a atuação do DESD/MS como secretaria executiva da BVS, atualizar aplicativos e descentralização da alimentação das fontes de informação da BVS.

Em conformidade com as etapas anteriores, o desenvolvimento da BVS ECOS se dá por meio de projetos entre o Ministério da Saúde e a BIREME/OPAS/OMS, e para o próximo biênio um novo projeto já está sendo discutido para que a BVS alcance outros avanços necessários para a sua certificação.

Com o objetivo de alinhar este novo projeto e compartilhar os resultados alcançados, o Comitê Consultivo se reuniu em Brasília no dia 12 de setembro de 2011 ocasião em que foi possível traçar os principais desenvolvimentos para a BVS no próximo projeto e rever as últimas atualizações no projeto. Na VI Reunião deste Comitê Consultivo também foi possível traçar metas que favoreçam a sustentabilidade da BVS e que as fontes de informação sejam alimentadas de forma descentralizada pelas instituições parceiras da BVS.

É notório o avanço da BVS ECOS neste último biênio.

AddThis Social Bookmark Button
 

Contato| Empregos | OPAS | OMS | Outros sites ONU



BIREME | OPAS | OMS

Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
Departamento de Gestão do Conhecimento e Comunicação (KMC)

Rua Botucatu, 862 - 04023-901 - São Paulo/SP - Brasil
Tel: (55 11) 5576-9800 - Fax: (55 11) 5575-8868