Skip to content

Bem-vindo à OPAS/OMS Brasil

Conferência Internacional de Aids em Melbourne, lançamento de diretrizes de prevenção de HIV/aids da OMS e relatório mundial do UNAIDS

No marco dos preparativos para a realização da XX Conferência Internacional de Aids na cidade de Melbourne, Austrália, no período de 21 a 25 de julho de 2014, a Organização Mundial de Saúde (OMS) lança as novas “Diretrizes consolidadas sobre a prevenção do HIV, diagnóstico, tratamento e atenção para as populações-chave”. As recomendações da OMS elencam um conjunto de passos para que os países possam reduzir novas infecções pelo HIV e aumentar o acesso ao teste de HIV, tratamento e atenção para cinco populações-chave, dentre elas, homens que fazem sexo com homens, profissionais do sexo, usuários de drogas injetáveis, população prisional e população trans. Essas pessoas estão em maior risco de infecção pelo HIV e ainda estão menos propensas a ter acesso à prevenção, testes e serviços de tratamento. Em muitos países, são deixadas de fora dos planos nacionais de HIV e a existência de leis e políticas discriminatórias são as principais barreiras para o acesso.

Quando a saúde chega às comunidades mais remotas

Pernambuco, Brasil, 8 de julho de 2014 (OPAS/OMS) - Fazia quatro anos que a Unidade de Saúde da Família São Domingo, no município pernambucano de Brejo da Madre de Deus, não tinha médico. Quando o dinheiro e o tempo permitiam, a agricultora Maria do Carmo Berlamino Noé viajava até a policlínica municipal para controlar sua pressão arterial e se consultar em caso de febre alta ou outros problemas de saúde que um profissional poderia ter resolvido no posto de saúde perto de sua casa. Mas os médicos quase não vinham a este pântano a 202 quilômetros de Recife, a capital do estado de Pernambuco. Agora, porém, o acesso ao atendimento médico está mudando no Brejo, assim como em 700 outros dos municípios mais empobrecidos e distantes do Brasil, desde que médicos estrangeiros começaram a chegar para cobrir o déficit de profissionais, no marco do programa Mais Médicos.  

Brasil já é campeão da Copa do Mundo em redução de mortalidade infantil

Um novo ranking incluindo os 32 países que disputam a Copa do Mundo de 2014 mostra que todos apresentaram progresso significativo na redução da mortalidade infantil desde 1990, quando o Mundial foi sediado na Itália. Os avanços de cada país, entretanto, não foram iguais. Sede da Copa deste ano, o Brasil já é campeão da lista, com uma redução de 77% no número de mortes de crianças abaixo de cinco anos de idade desde 1990. O ranking “Mortalidade Infantil: Qual é o Placar?” foi lançado em preparação para o Fórum dos Parceiros de 2014, evento realizado em Johanesburgo, África do Sul, entre os dias 30 de junho e 01 de julho e organizado pela Parceria para a Saúde Materna, de Recém-Nascidos e Crianças (PMNCH).

Chamada de Projetos para implementação de programas em saúde na Região América Latina e Caribe

Chamada pesquisas Programa em Saúde

O Departamento de Gestão do Conhecimento, Bioética e Pesquisa (KBR/AD) da Organização Pan Americana de Saúde em coordenação com Alliance for Health Policy and Systems Research (AHPSR) e Organização Mundial de Saúde (OMS) apresenta chamada de projetos para implementação de programas em saúde na Região da América Latina e Caribe. A chamada de projetos tem como objetivo facilitar a realização de atividades destinadas a melhorar a execução dos programas em saúde por meio de pesquisas. Esta proposta se concentra em países e não em “pesquisas convencionais”. Os recursos destinam-se a cobrir custos relacionados ao tempo de trabalho ou atividades de coleta de dados de alguns pesquisadores, mas não para o pagamento de pessoal adicional no programa.

Na torcida pelo restabelecimento em Central Carapina

O clima contagiante da Copa do Mundo de futebol 2014 se reflete nas bandeirinhas do Brasil que enfeitam a entrada da Unidade Básica de Saúde de Central Carapina, na periferia de Serra, no Espírito Santo.  A decoração temática é apenas um adendo no esforço de restruturação do posto, que sofreu uma série de danos na enchente que assolou a região no fim de dezembro de 2013.


Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595