Resultados da cooperação técnica da BIREME com El Salvador

22 Fev 2021
BVS El Salvador

El Salvador, um dos países que foi membro do Comitê Consultivo da BIREME de 2018 a  2020, ampliou as ações colaborativas com com o Centro através do escritório da OPAS no país e instituições nacionais, a fim de apoiar a divulgação e implementação de produtose e serviços do Centro, o que tem sido uma constante recomendação dos comitês de governança da BIREME, tanto assessor quanto científico.

Durante o ano de 2020, por iniciativa do Ministério da Saúde de El Salvador, por meio do Instituto Nacional de Saúde, foram realizadas diversas ações, que tiveram início com uma missão presencial do diretor da BIREME, do Gerente de Fontes de Informação e da Coordenadora de Comunicação Científica. Esta visita foi capaz de incentivar o interesse em fortalecer o componente da informação científica técnica com a contribuição de uma rede de centros cooperados, sociedades científicas e instituições acadêmicas, entre outros.

els_a

Atividades presenciais de informação e comunicação científica desenvolvidas em janeiro de 2020 por BIREME e o INS

A atividade anterior foi seguida pela reorganização da Rede Nacional de Informação em Saúde (RENIS) para reviver o desenvolvimento da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS-ES) no país, garantindo que as pesquisas e documentos científicos que o país produz sejam visíveis nos níveis nacional, regional e global. Após um trabalho árduo e colaborativo, o lançamento da BVS foi finalmente realizado em 9 de outubro de 2020. O vice-ministro de Gestão e Desenvolvimento em Saúde, Carlos Alvarenga, acompanhado de Roberto Garzón, representante da OPAS/OMS El Salvador e Xochitl Sandoval, Diretor do Instituto Nacional de Saúde (INS),  participaram do evento, assim como Diego González, diretor da BIREME/OPAS/OMS.

O INS retoma a coordenação e o compromisso defortalecer a BVS-ES, que permitirá a concentração, em um só lugar, de  toda a gestão documental em saúde do país, serviços de referência, e informações confiáveis para profissionais, estudantes e público em geral.

Fortalecimento da Rede

A Rede Nacional de Informação em Saúde de El Salvador (RENIS) é composta por 37 centros cooperantes representativos na área da saúde. Cada centro cooperante designou um gestor, que foi treinado para contribuir com todos os documentos não convencionais e educacionais de sua respectiva instituição, tornando-os visíveis em LILACS, e-BlueInfo e no Global Index Medicus

 Inauguración de la Biblioteca Virtual en Salud de E Salvador en el INS el 12 de octubre del 2020. (Fotos del INS)

 

Inauguração da Biblioteca Virtual em Saúde de El Salvador no INS em 12 de outubro de 2020. (Fotos do INS)

Para alimentar a Biblioteca Virtual, contar-se-á com a ajuda de instituições colaboradoras como a Faculdade de Medicina, a Escola Especializada de Engenharia, a Fundação Nacional de Desenvolvimento, o Instituto Especializado de Ensino Superior dos Profissionais de Saúde de El Salvador, o Instituto Salvadorenho para o Desenvolvimento da Mulher, algumas unidades do Ministério da Saúde, hospitais nacionais e universidades.

Desenvolvimento da Base de Dados Nacional

Atualmente, a base de dados nacional possui 221 documentos em texto completo, dando visibilidade às informações em saúde do país, que servirão para compartilhar experiências na região e levar elementos aos tomadores de decisão. A BVS também trabalhou nos Critérios Nacionais de Seleção de Bancos de Dados – BISSAL que definem o escopo da base de dados.

e-BlueInfo implementado e lançado em El Salvador

O aplicativo que coloca nas mãos dos profissionais da Atenção Primária à Saúde informações para a tomada de decisão na prática clínica, desenvolvido pela BIREME, foi implementado em El Salvador também com a liderança do Ministério da Saúde, iniciando com informações relacionadas à COVID-19. Uma sessão online no dia 21 de abril de 2020, com a presença do Ministério da Saúde, dos dirigentes do Instituto Nacional de Saúde, do Representante da OPAS/OMS no país e da equipe e diretor da BIREME marcaram o lançamento daimplantação, que hoje em dia segue em desenvolvimento.[1]

O  diretor da BIREME, Diego González, afirmou que "em 2021, El Salvador continuará fortalecendo o componente de informação técnico-científica, e a BIREME contribuirá para o aumento de suas capacidades no âmbito do Plano Regional da BVS, o Comitê de Governança do e-BlueInfo, por meio da capacitação em comunicação científica e estímulo à incorporação do país em outros produtos e serviços regionais desenvolvidos pela BIREME, como parte do trabalho que o Departamento de Evidências e Inteligência para a Ação em Saúde desenvolve no país".

                                  Lanzamiento del App e-BlueInfo en El Salvador el 22 de abril del 2020.
                                                                                     Lançamento do App e-BlueInfo em El Salvador em 22 de abril de 2020.

Segundo Franklin Hernández, Representante Interino da OPAS El Salvador, "trabalhando em conjunto com a BIREME no importante trabalho para dar visibilidade à produção científica do país, apoiar a tomada de decisão baseada em evidências e, assim, contribuir para o trabalho que o país desenvolve para promover a pesquisa científica e fortalecer o sistema de informação em saúde, em apoio ao Ministério da Saúde, para o Instituto Nacional de Saúde e outras principais contrapartes nacionais, tem representado uma experiência muito gratificante ao vermos as conquistas que estão sendo geradas".

[1] Boletim BIREME. El Salvador adere ao aplicativo e-BlueInfo de informação em saúde. Disponível em: https://boletin.bireme.org/pt/2020/05/03/el-salvador-adere-ao-aplicativo-e-blueinfo-de-informacao-em-saude/