FAO, OPAS e Ministério da Saúde lançam Laboratório de Inovação sobre produção e consumo de frutas, legumes e verduras 

2 jul 2021
frutas legumes verduras

2 de julho de 2021 - A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) e os Ministérios da Saúde e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) lançaram nesta quarta-feira (1) a agenda de trabalho do Ano Internacional das Frutas, Legumes e Verduras no Brasil.

As agências da ONU e os ministérios fizeram uma chamada pública para inscrição de relatos de experiências para o Laboratório de Inovação - Incentivo à produção, à disponibilidade, ao acesso e ao consumo de frutas, legumes e verduras, que tem como objetivo identificar, selecionar e divulgar experiências inovadoras desenvolvidas no Brasil que valorizem e fortaleçam sistemas alimentares saudáveis e sustentáveis, com vistas a aumentar a disponibilidade e o consumo de frutas, legumes e verduras enquanto estratégias para a promoção da alimentação adequada e saudável. A iniciativa busca também, no atual contexto da pandemia de COVID-19, soluções locais que possam ser compartilhadas e reunidas num conjunto de recomendações para fomento às frutas, legumes e verduras no país.

O edital do Laboratório de Inovações - Incentivo à produção, à disponibilidade, ao acesso e ao consumo de frutas, legumes e verduras (LIS) e o formulário de inscrição estão disponíveis neste link. As inscrições seguem até 31 de agosto de 2021. As experiências selecionadas serão convidadas a compartilhar o conhecimento em eventos e fóruns do setor.

Lançamento do Ano Internacional

Para as atividades do Ano Internacional das Frutas, Legumes e Verduras no Brasil está sendo construída uma ampla agenda intersetorial a partir do reconhecimento das políticas, ações e estratégias de incentivo ao consumo de frutas, legumes e verduras (FLV) como fundamentais para a promoção da saúde e da alimentação adequada e saudável da população.

Além de colaborarem para aumentar a diversidade do consumo alimentar e contribuírem para a manutenção de um peso adequado, as frutas, legumes e verduras contribuem com a prevenção de doenças crônicas não transmissíveis como doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e obesidade, preservam as tradições e cultura alimentar, contribuem para a conservação da biodiversidade e sustentabilidade ambiental e para a melhora da qualidade de vida daqueles que vivem da produção e venda desses alimentos.

Assista ao lançamento: