BVS 25 Anos: Conquistas, Desafios e Oportunidades

25 Mar 2023
BVS 25 años
25 Mar 2023

São Paulo, 27 de março de 2023. Há 25 anos, em 1998, a Rede Latino-Americana e do Caribe de Informação em Saúde aprovou a Declaração de San José “Hacia la Biblioteca Virtual en Salud”. Desde então, a BIREME vem liderando o desenvolvimento do modelo BVS (Biblioteca Virtual em Saúde) como estratégia de cooperação técnica em gestão da informação e o conhecimento em saúde da OPAS/OMS para a Região da América Latina e do Caribe, com expansão para Espanha, Portugal, Moçambique e outros países de idioma português na África.

O grande desafio à época foi realinhar a cooperação técnica conduzida pela BIREME desde sua criação, em 1967, quando então desenvolvia funções essenciais de Biblioteca Regional, promovendo o acesso à informação científica e técnica em saúde e o uso compartilhado de coleções e serviços entre bibliotecas.

A BVS foi uma resposta ao surgimento da Internet e representou uma evolução da cooperação técnica da BIREME que culminou em um novo processo de operação das fontes de informações pela Rede, tornando mais ágil o acesso dos usuários às informações. Desde então o Modelo BVS vem evoluindo naturalmente e se ajustando aos diferentes contextos da Região. O Guia da BVS, que apresenta os fundamentos do modelo de gestão da informação em saúde baseado no trabalho colaborativo e em rede, foi revisado e atualizado quatro vezes, sendo a mais recente em 2020.

A BVS sempre esteve alinhada à missão da BIREME: oferecer acesso à informação e evidência científica em saúde a usuários de todos os setores da saúde, contribuindo para estreitar a distância entre conhecimento e prática nos países da América Latina e Caribe. Foi reconhecida como boa prática no 4° volume da Publicação “Good Practices in South-South and Triangular Cooperation for Sustainable Development” da Agência das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul  e Triangular Nações Unidas (UNOSSC, por sua sigla em inglês). A publicação foi lançada no dia 12 de setembro de 2022, em Bangkok, Tailândia, durante a comemoração de alto nível do Dia das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul, no âmbito da Global South-South Development Expo 2022 e contou com a participação de a equipe de Coordenação de País e Sub-região da OPAS/OMS.

Hoje, a cooperação técnica da BIREME e o trabalho da Rede se materializa principalmente nas mais de 60 instâncias BVS (nacionais, temáticas e institucionais), mais de 50 bases de dados e dezenas de produtos de informação construídos a partir destas bases de dados, como são as Vitrines do Conhecimento, Mapas de Evidências, infometrias etc. Cabe destacar os sistemas e metodologias de informação desenvolvidos pela BIREME e disponibilizados para a Rede com o objetivo de viabilizar a gestão e a disseminação da informação de forma dinâmica e integrada: a Metodologia LILACS, o sistema FI-Admin, o DeCS e a Interface Integrada de Busca (IAHx).

Foram muitas conquistas e muitos desafios. Vivenciamos o avanço dos acervos digitais, armazenamento na nuvem, ciência aberta, dados abertos, Repositórios institucionais, softwares livres, e chegamos definitivamente na era da Inteligência Artificial (IA). E a pergunta inevitável é: os serviços de busca de informação que usam robôs com IA vão substituir a BVS? Fizemos esta pergunta para o ChatGPT e vejam a resposta:

Não, ChatGPT e BVS (Biblioteca Virtual em Saúde) são ferramentas completamente diferentes e não podem ser comparadas diretamente.

A BVS é uma iniciativa da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) para fornecer acesso livre e gratuito a informações e conhecimentos em saúde, por meio de uma rede de fontes de informação em saúde, como bibliotecas, bancos de dados, publicações científicas e outras fontes. A BVS é uma plataforma de busca de informações em saúde que é utilizada por profissionais de saúde em todo o mundo.

Já o ChatGPT é um modelo de linguagem artificial desenvolvido pela OpenAI para processar e gerar linguagem natural. Ele é utilizado para ajudar a responder perguntas, realizar tarefas de linguagem natural e gerar texto em vários campos, como assistentes virtuais, chatbots, tradutores, resumos de textos, entre outros. Portanto, enquanto a BVS é uma plataforma para acessar informações em saúde, o ChatGPT é uma ferramenta para ajudar a processar informações e gerar linguagem natural. Eles são complementares em suas funcionalidades e não há nenhuma intenção de substituir a BVS pelo ChatGPT.

Definitivamente, a IA é uma grande oportunidade que se abre para ampliação do acesso à informação em saúde e que pode contribuir muito para o alcance da missão da BIREME e fortalecimento da BVS cujos fundamentos acesso aberto, trabalho colaborativo e em rede, gestão da informação e qualidade da informação permanecem válidos, mas a forma de implementar e oferecer os serviços de informação devem passar por uma tremenda transformação.

O evento dos 25 anos da BVS comemorou sua história e o impacto sobre a AL&C e outras regiões. Como conferencistas, estiveram presentes Sebastián García Saisó, Diretor de EIH/OPS, e pela BIREME, João Paulo Souza, Diretor e Verônica Abdala, Gerente de Produtos e Serviços de Informação. A moderação ficou a cargo de Silvia de Valentin, Administradora. Dentre os destaque do encontro, foi mencionada a trajetória e relevância da BVS para a ação em saúde e a nova estratégia da BIREME 2023-2025 que projeta o desenvolvimento de produtos e serviços de informação em saúde alinhados à transição do mundo em que vivemos.

Participaram do evento online mais de 180 integrantes da Rede BVS da Alemanha, Argentina, Belize, Bolívia, Brasil, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, Estados Unidos, Guatemala, Guiana, Honduras, Jamaica, México, Moçambique, Paraguai, Peru, Porto Rico, Trinidad e Tobago, Uruguai e Venezuela.

Acesse a Vitrine do Conhecimento BVS 25 anos: https://bvsalud.org/vitrinas/post_vitrines/bvs-25-anos/