Laboratório de inovação recebe inscrições de experiências que fortalecem e incentivam a produção, o abastecimento e o consumo de frutas, legumes e verduras no país

12 ago 2021
laboratório inovação

Podem ser inscritas, até 31 de agosto, experiências que promovam circuitos curtos de produção - como as unidades de apoio à agricultura familiar, ações de educação alimentar e nutricional em ambientes institucionais, inovações tecnológicas no campo da alimentação e saúde, iniciativas contra o desperdício de alimentos, entre outras. As iniciativas selecionadas serão apresentadas no Congresso Internacional sobre o tema, em outubro

Brasília, 12 de agosto de 2021 – Atores do serviço público, coletivos de produtores, cooperativas, mulheres rurais, agricultoras/es familiares, povos indígenas, povos e comunidades tradicionais, organizações e associações da sociedade civil que protagonizam experiências inspiradoras no percurso entre a produção e o consumo de frutas, legumes e verduras, são convidadas/os a compartilhar suas experiências no Laboratório de Inovação: Incentivo à produção, à disponibilidade, ao acesso e ao consumo de frutas, legumes e verduras.

O espaço tem como objetivo reunir relatos de experiências bem-sucedidas que, mesmo no contexto da pandemia de COVID-19, apresentam soluções inovadoras, nos âmbitos local, estadual e nacional, a fim de aumentar a disponibilidade e o consumo de frutas, legumes e verduras pela população e, com isto, promover a saúde, a alimentação adequada e fortalecer os sistemas alimentares saudáveis, justos e sustentáveis.

Circuitos de produção, armazenamento, distribuição, processamento e comercialização de alimentos regionais e tradicionais são capazes de fortalecer produtores locais, do campo, da cidade, das florestas e das águas e, desta forma, viabilizar a diversidade de alimentos à mesa, além de ampliar, por meio da alimentação, a rede de proteção da população contra doenças como o câncer e a obesidade.

Na promoção do consumo de frutas, legumes e verduras, informação, assistência técnica, tecnologias sociais, protagonismo e inovação também são essenciais na promoção das escolhas alimentares mais saudáveis e do bem-estar social e econômico, especialmente quando inseridos em territórios ou entre populações de maior vulnerabilidade.

É por isto que o Laboratório abre caminho para que as mais diversas iniciativas que culminam no acesso das pessoas às frutas, legumes e verduras, sejam identificadas, cadastradas e divulgadas amplamente.

O Laboratório de Inovação: Incentivo à produção, à disponibilidade, ao acesso e ao consumo de frutas, legumes e verduras é uma iniciativa do Ministério da Saúde, por meio da Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição do Departamento de Promoção da Saúde e do Instituto Nacional de Câncer (INCA), em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e o Centro de Excelência Contra a Fome (WFP).

Fio condutor

O cadastro de iniciativas no Laboratório está organizado em dois eixos:

O eixo 1 busca experiências que antecedem o consumo dos alimentos, ou seja, façam parte do percurso entre produção, armazenamento, distribuição, processamento e comercialização de frutas, legumes e verduras.

São exemplos: os circuitos curtos que valorizam os alimentos da sociobiodiversidade; o fomento à produção orgânica e de base agroecológica; a oferta de assistência técnica que valorize, recupere e fortaleça práticas alimentares ancestrais; atividades de transição agroecológica; iniciativas que busquem reduzir as perdas e o desperdício de alimentos; atividades de inovação tecnológica no beneficiamento e processamento de alimentos nativos.

Por sua vez, o eixo 2 procura experiências relacionadas ao consumo de frutas, legumes e verduras e da promoção e proteção de ambientes alimentares saudáveis.

Busca, entre outros exemplos, iniciativas coletivas no âmbito da atenção primária à saúde do Sistema Único de Saúde (SUS); estratégias criativas que usam tecnologias como Telessaúde e eHealth; ações que estimulem habilidades culinárias, produção para autoconsumo, valorização de alimentos regionais; e iniciativas de educação alimentar e nutricional e/ou de incentivo à agricultura urbana em ambientes institucionais, como escolas, serviços de assistência social e de saúde, entidades prisionais etc.

Participe

Neste que é o Ano Internacional das Frutas, Legumes e Verduras, instituído pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), as experiências registradas no Laboratório fomentarão a elaboração de um conjunto de recomendações relacionadas ao tema.

As experiências registradas no Laboratório poderão receber um certificado de reconhecimento, ter sua iniciativa divulgada em uma publicação, além de ter suas/seus autoras/autores convidados para compartilhar suas vivências no Congresso Internacional, em outubro.

A ficha de inscrição e o edital com todas as informações necessárias para o cadastro de iniciativas estão disponíveis aqui. Mas atenção: o prazo para inscrição termina no dia 31 de agosto.

CLIQUE AQUI PARA INSCREVER SUA EXPERIÊNCIA

Fonte: Assessoria de comunicação para o Laboratório de Inovação: Incentivo à produção, à disponibilidade, ao acesso e ao consumo de frutas, legumes e verduras