Cofen e OPAS apresentam resultados do ‘Laboratório de Inovação em Enfermagem: Valorizar e Fortalecer a Saúde Universal’

14 Dez 2021
Capa da publicação com os resultados do “Laboratório de Inovação em Enfermagem: Valorizar e Fortalecer a Saúde Universal”

Brasília, 14 de dezembro de 2021 – O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) do Brasil e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) apresentaram na semana passada uma publicação com os resultados do “Laboratório de Inovação em Enfermagem: Valorizar e Fortalecer a Saúde Universal”. A obra detalha a iniciativa realizada conjuntamente pela entidade de classe e o organismo internacional, de 2019 a 2020.

Na publicação, é apresentado um panorama das estratégias adotadas pelos profissionais da enfermagem ao lidarem com os desafios do sistema de saúde no país, como a necessidade de reduzir custos e gastos em saúde, de ampliar o acesso dos cidadãos aos cuidados de saúde e de melhorar a capacidade resolutiva dos serviços de saúde e da qualidade do cuidado ofertado. 

Estão reunidas 23 experiências exitosas de diferentes partes do Brasil, que foram selecionadas a partir de dois grandes temas: valorização da enfermagem e ampliação do escopo de práticas de enfermagem.

Laboratórios de inovação

A estratégia do Laboratório de Inovação em Saúde foi idealizada pelo escritório da OPAS e da Organização Mundial da Saúde (OMS) no Brasil, em 2008, para promover a troca de conhecimentos e experiências entre gestores(as), trabalhadores(as) e outros atores, além de disseminar as experiências brasileiras bem-sucedidas para outros países.

Enfermagem

A enfermagem é essencial para os sistemas de saúde público e privado, tanto pelo tipo de trabalho que desenvolve como pela quantidade de pessoas envolvidas na atividade. No Brasil são mais de 2 milhões de profissionais desse setor. No mundo, há 23 milhões e 50% da força de trabalho em saúde é constituída por enfermeiros, técnicos, auxiliares e obstetrizes.