Com produção de vacina nacional contra COVID-19, Brasil avança na autossuficiência de produtos de saúde

23 Fev 2022
Ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Queiroga, utilizando a vacina nacional em um jovem
23 Fev 2022

Imunobiológicos serão distribuídos a todos os estados brasileiros e ao Distrito Federal

Brasília, 23 de fevereiro de 2022 (OPAS) – O Brasil anunciou nesta terça-feira (22) sua primeira vacina nacional contra COVID-19, produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Com isso, o país avança na autossuficiência e sustentabilidade de produtos de saúde que tem sido defendida pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) para tornar a Região das Américas mais forte e independente.

Segundo a Fiocruz, cerca de 550 mil doses da vacina nacional já estão prontas para serem enviadas ao Ministério da Saúde do Brasil nos próximos dias. Após a entrega e a liberação do controle de qualidade, os imunobiológicos serão distribuídos a todos os estados brasileiros e ao Distrito Federal.

A produção dessa vacina foi viabilizada após articulação do governo do Brasil com o do Reino Unido para que houvesse transferência de tecnologia entre a farmacêutica AstraZeneca e a Fiocruz.

Com 213,9 milhões de habitantes, o Brasil vacinou até 18 de fevereiro deste ano 168,6 milhões de pessoas com a primeira dose. Além disso, 155 milhões completaram o ciclo vacinal e 46 milhões receberam uma dose adicional – totalizando 369,6 milhões de doses aplicadas.

Comunicação

+55 61 3251-9581 | comunicacao@paho.org