Semana de Recepção dos Alunos do Programa VigiFronteiras-Brasil é aberta ao público e será transmitida ao vivo

4 Nov 2021
Mapa América do Sul

Palestra, debate e momentos de acolhimento poderão ser conferidos nos dias 8, 9 e 12 de novembro, a partir das 9h, no canal da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz no YouTube 

Recife, 4 de novembro de 2021 – As aulas do Programa Educacional Vigilância em Saúde nas Fronteiras (VigiFronteiras-Brasil), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), estão programadas para começar no dia 16 de novembro. Por conta da pandemia, elas serão realizadas de forma remota, por meio do Campus Virtual da Fiocruz. Para receber os 75 selecionados, a coordenação do programa preparou a “Semana de Recepção dos Alunos”, que acontece nos dias 8, 9 e 12 de novembro, a partir das 9h. Na programação estão previstos momentos de acolhimento, palestra e debate com pesquisadores convidados. O evento será aberto aos interessados pelos temas das palestras e será transmitido pelo canal da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz no YouTube (www.youtube.com/videosaudedistribuidoradafiocruz). O Programa VigiFronteiras-Brasil é uma iniciativa da FIOCRUZ, com apoio do Ministério da Saúde do Brasil e da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). 

A mesa de abertura do evento, no dia 8 de novembro deste ano, contará com a presença de autoridades das instituições promotoras do Programa VigiFronteiras-Brasil. A coordenação realizará um momento de boas-vindas e, em seguida, o infectologista, pesquisador da Fiocruz Mato Grosso do Sul e professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Julio Croda, ministrará a primeira aula do VigiFronteiras-Brasil, intitulada “Vigilância em Saúde nas fronteiras: os desafios na formação de profissionais e seus impactos na gestão”. 

O segundo dia está mais focado no acolhimento acadêmico do corpo discente e também contará com a participação de representantes das instituições promotoras. Os vice-diretores de Ensino das unidades envolvidas e os coordenadores dos programas de pós-graduação que formam o consórcio que oferece o programa também estarão presentes. A manhã será concluída com a exibição de apresentação dos corais da Fiocruz e da Fiocruz Pernambuco.

O terceiro e último dia da semana de recepção será dedicado à palestra “A Vigilância em Saúde em cenários de crise”, que será ministrada pelo pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) Paulo Sabroza. O tema será debatido por Paulo Peiter, pesquisador do Laboratório de Doenças Parasitárias do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), e por Carlos Machado, coordenador do Centro de Estudos para Emergências e Desastres em Saúde (Cepedes) e do Observatório Covid-19, ambos da Fiocruz. A discussão será mediada por Andréa Sobral, coordenadora pedagógica do Programa VigiFronteiras-Brasil. 

Sobre o programa 

O Programa VigiFronteiras-Brasil foi lançado em março e teve seu processo seletivo realizado ao longo dos meses totalmente de forma remota. Mais de 1.100 candidatos se inscreveram, a maioria gestores e profissionais de saúde brasileiros e estrangeiros que atuam nas fronteiras do Brasil com outros países da América do Sul. Destes, 75 foram selecionados, sendo 15 estrangeiros. Eles irão cursar mestrado ou doutorado em Epidemiologia em Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente, Saúde Pública e Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia. Enquanto a emergência sanitária pela COVID-19 perdurar, as atividades acadêmicas desenvolvidas pelos programas consorciados serão oferecidas na modalidade remota (online).

Quando houver a determinação do fim do distanciamento social pelas autoridades sanitárias dos países de origem dos alunos, as aulas passarão a ser oferecidas na modalidade presencial, nos polos determinados para a oferta: Escritório Regional da Fiocruz de Mato Grosso do Sul, Instituto Leônidas & Maria Deane (Fiocruz Manaus) e Instituto Federal do Amazonas (Tabatinga/AM). O doutorado tem duração mínima de 24 meses e máxima de 48 meses. Já para o mestrado, o tempo mínimo para conclusão é de 12 meses e máximo de 24 meses. Confira aqui a programação completa do evento.