Chamada de comunicação comunitária no Brasil: resultados atualizados

13 Out 2022
Divulgação dos resultados

Brasília, 13 de outubro de 2022 – Conforme a errata 3, de 07/10/2022, os resultados preliminares da Chamada Pública para Projetos da Sociedade Civil de Comunicação Popular e Comunitária em Saúde no Brasil foram novamente publicados, nesta quinta-feira (13/10/2022), em formato atualizado, contendo notas e análise documental de todos os projetos, divididos por região brasileira. A nova tabela pode ser acessada aqui.

Novo período recursal estará aberto de 14/10/2022, às 9h, até 18/10/2022, às 17h, pela plataforma Prosas.

Em seu recurso, o proponente deve buscar descrever (em até 2 mil caracteres) como atende aos critérios de seleção, com a possibilidade de anexar 1 um documento.

Os proponentes que já enviaram recursos, pela plataforma Prosas, no período de 03/10/2022 a 05/10/2022, não precisam enviá-los novamente. Os recursos já enviados serão analisados e respondidos. Excepcionalmente, os proponentes que já enviaram recursos pela plataforma Prosas de 03/10/2022 a 05/10/2022 e que desejam modificar o recurso enviado deverão encaminhar o novo recurso para o e-mail ascombrasilia@fiocruz.br, seguindo a mesma orientação anterior: buscar descrever (em até 2 mil caracteres) como atende aos critérios de seleção, com a possibilidade de anexar 1 (um) documento, no período de 14/10/2022, às 9h, até 18/10/2022, às 17h. Somente nesses casos serão aceitos recursos via e-mail. Todos os demais recursos somente serão aceitos via plataforma Prosas.

Sobre a chamada pública
A iniciativa faz parte de uma parceria entre a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a Fiocruz, por meio de sua unidade em Brasília, do Canal Saúde e da Coordenação de Cooperação Social, com financiamento do Governo do Canadá.

A chamada é voltada a organizações da sociedade civil e coletivos, sem fins lucrativos, com histórico de atuação junto a populações vulnerabilizadas, e que se organizam predominantemente a partir de trabalho voluntário. Serão selecionados até 15 projetos, de todo o Brasil, e cada um será financiado com até R$ 45 mil.

Os projetos devem estar relacionados às seguintes áreas de interesse: enfrentamento da COVID-19 e suas consequências, por meio de ações para promoção da saúde e acesso a políticas públicas e direitos; estímulo à vacinação; combate às fake news; segurança alimentar; saúde mental; vigilância em saúde; geração de renda; e diversidade sociocultural. As propostas devem deixar evidente a relação da área de interesse com a comunicação, e ser executadas e concluídas até março de 2023. Ao longo do processo, os responsáveis pelos projetos selecionados participarão de oficinas de trocas de experiências sobre variados temas em comunicação em saúde, e contarão com o apoio de assessores sociotécnicos no desenvolvimento de seus projetos.