Parceria entre Fiocruz Brasília, OPAS e Secretaria de Saúde do Distrito Federal busca aumentar cobertura vacinal com participação comunitária

9 Jul 2022
Mulher é vacinada em ação do Imuniza Estrutural

Brasília, 9 de julho de 2022 – A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Brasília, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a Secretaria de Saúde do Distrito Federal lançaram neste sábado (9) o projeto Imuniza Estrutural, que busca aumentar a cobertura de vacinação contra COVID-19 e outras doenças imunopreveníveis, com o envolvimento da comunidade.

A iniciativa será realizada na Cidade Estrutural, área de alta vulnerabilidade socioeconômica localizada no Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA) do Distrito Federal, no Brasil.

O projeto possui três pilares: comunicação e mobilização social; monitoramento e sustentabilidade das ações; e vacinação das populações mais vulneráveis. Entre as ações a serem desenvolvidas entre julho e agosto está a vacinação no Centro Olímpico da Estrutural – espaço amplo e mais próximo de moradores em situação de maior vulnerabilidade – e uma feira de saúde com foco em prevenção da dengue, planejamento familiar e higienização das mãos, da água e dos alimentos.

Também será realizada a capacitação de cerca de 500 moradores da Cidade Estrutural, que desenvolverão atividades de engajamento comunitário para aumentar as coberturas vacinais e colaborar com a vigilância de doenças imunopreveníveis, como sarampo, difteria e febre amarela. Essas ações buscam melhorar a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida de toda a comunidade.

Para apoiar o projeto, foram contratados ainda dois pontos focais para o projeto, um profissional de enfermagem e um de assistência social, que residem na Cidade Estrutural. A ação conta ainda com a parceria dos governos do Canadá e dos Estados Unidos, que doaram recursos à OPAS para promover a vacinação nas Américas.

Mesa de abertura do lançamento do projeto Imuniza Estrutural

Cobertura

Segundo dados do Ministério da Saúde do Brasil, até 2 de julho, 87% da população de 18 anos ou mais, 70% dos adolescentes com 12 a 17 anos e 40% das pessoas de 5 a 11 anos havia sido vacinada com a segunda dose ou dose única da vacina contra COVID-19 no Distrito Federal. Na mesma data, a cobertura vacinal com a dose de reforço na população de 12 anos ou mais estava em 50%.

Vacina Mais

A vacinação é uma das intervenções de saúde pública mais eficazes, custo-efetivas e que salvam vidas. Porém, a taxa de cobertura vacinal vem caindo nos últimos anos no Brasil e deixando milhões de pessoas em risco.

Para ajudar na melhoria desse cenário e se somar aos esforços que vêm sendo realizados por gestores e trabalhadores de saúde, uma das ações promovidas pela OPAS é a campanha “Vacina Mais”, realizada em conjunto com a Conselho Nacional de Saúde (CNS), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) do país.

O objetivo é divulgar informações claras, atraentes e precisas sobre a segurança, importância e efetividade de todas as vacinas disponibilizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Calendário Nacional de Vacinação. Dessa forma, pretende-se motivar a população do país a se vacinar mais, mantendo a vacinação de rotina em dia e tomando todas as doses necessárias das vacinas contra COVID-19 e influenza, de modo a protegerem a si mesmas e aos outros.

Comunicação

+55 61 3251-9581 | comunicacao@paho.org