saude universal trans2 de abril de 2018 – “Saúde para todas e todos. Em todos os lugares” é o lema escolhido pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) para a campanha do Dia Mundial da Saúde deste ano, celebrado em 7 de abril. Nesta data, os dois organismos internacionais chamam a atenção para a importância da saúde universal – que significa garantir que todas as pessoas e comunidades tenham acesso aos serviços de saúde sem qualquer forma de preconceito e sem sofrerem dificuldades financeiras.  

Leia mais...

 O que é

Saúde universal é garantir que todas as pessoas e comunidades tenham acesso aos serviços de saúde sem qualquer tipo de discriminação e sem sofrerem dificuldades financeiras. Abrange toda a gama de serviços de saúde, incluindo promoção da saúde, prevenção de doenças, tratamento, reabilitação e cuidados paliativos, que devem ser de qualidade, integrais, seguros, eficazes e acessíveis a todos.  

A saúde universal não é apenas garantir que todos estejam contemplados, mas que todos tenham acesso aos cuidados quando precisam, onde quer que estejam.  

Como expressão da saúde para todos no século XXI, a saúde universal exige o envolvimento de todos os setores da sociedade para combater a pobreza, a injustiça social, as lacunas educacionais e as condições de vida precárias, entre outros fatores que influenciam a saúde das pessoas.  

#SaúdeUniversal #SaúdeParaTodos #AlmaAta40 #AA40

Clique aqui para baixar os materiais de comunicação do Dia Mundial da Saúde 2018 (português, inglês, espanhol e francês).

Leia mais...

060218 bachelet6 de fevereiro de 2018 – A presidenta do Chile, Michelle Bachelet, presidirá uma comissão de alto nível, convocada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), para propor soluções que ampliem o acesso e a cobertura de saúde na região das Américas para 2030, “sem deixar ninguém para trás”.  

Leia mais...

131217 almata13 de dezembro de 2017 – Um movimento regional pela saúde universal foi lançado nesta terça-feira (12) em Quito, Equador, para identificar os obstáculos e gerar alianças que permitam aos países das Américas alcançar a meta de saúde para todos até 2030, sem deixar ninguém para trás.  

Leia mais...

131217 coberturauniversal13 de dezembro de 2017 – Segundo um novo relatório do Banco Mundial e da Organização Mundial da Saúde (OMS), ao menos metade da população mundial não tem acesso aos serviços essenciais de saúde. Além disso, a cada ano, um grande número de famílias é levado para uma situação de pobreza por ter que pagar os cuidados de saúde de seus próprios bolsos.  

Leia mais...