OPAS lança campanha para celebrar seu 120º aniversário

17 Fev 2022
OPAS lança campanha para celebrar seu 120º aniversário

Washington, D.C., 17 de fevereiro de 2022 (OPAS) – A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) inicia nesta quinta-feira (17) uma campanha para comemorar seus 120 anos de trabalho ininterrupto na promoção da saúde e do bem-estar nas Américas. Em celebração, haverá um calendário de eventos para catalisar o diálogo em torno dos mais urgentes desafios de saúde da região.

Fundada em 1902 sob o princípio orientador de que a saúde não é um privilégio, mas um direito humano fundamental, a OPAS tem trabalhado incansavelmente nos últimos 120 anos para combater doenças, prolongar a vida e promover a saúde física e mental de todas as pessoas nas Américas, sem deixar ninguém para trás.

“Chegamos ao nosso 120º aniversário em um dos momentos mais difíceis que a região e o mundo já viveram – uma pandemia de COVID-19, como não experimentamos há um século, e que revelou algumas das nossas desigualdades de saúde mais marcantes”, declarou a diretora da OPAS, Carissa F. Etienne. “Agora que começamos a olhar para a reconstrução e recuperação, nunca antes a liderança da OPAS foi tão crucial e relevante”, acrescentou.

A campanha do 120º aniversário da OPAS tem o objetivo de impulsionar esforços para defender estratégias pró-equidade para acesso e cobertura universal à saúde e promover a necessidade urgente de sistemas de saúde robustos, suficientemente prontos e com recursos para enfrentar os desafios de saúde atuais e futuros.

Uma série de eventos está planejada, que começará com um diálogo virtual sobre “A interdependência entre saúde, proteção social e economia”, previsto para março de 2022 e o resto do ano.

Também serão realizadas discussões de alto nível sobre questões como equidade e gênero e expansão da capacidade de fabricação de medicamentos na região, destacando a colaboração de longa data entre a OPAS e seus Estados Membros.

Em novembro, a OPAS reunirá altos funcionários das principais organizações de tecnologia e especialistas em saúde para discutir como aproveitar a tecnologia e a inovação para a saúde usando uma abordagem digital e baseada em dados para recuperação e reconstrução pós-pandemia.

A campanha também contará com um site especial e produtos promocionais que poderão ser usados por parceiros para marcar o aniversário da OPAS ao longo do ano.

A OPAS foi fundada com o nome de Repartição Sanitária Internacional em 2 de dezembro de 1902 para tratar da propagação de doenças infecciosas durante um período de rápida expansão do transporte marítimo. Foi renomeada como Repartição Sanitária Pan-Americana em 1923 e, posteriormente, como Organização Pan-Americana da Saúde, em 1958. A OPAS é tanto o Escritório Regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as Américas quanto a agência especializada em saúde do Sistema Interamericano.

Ao longo de seus 120 anos de história, a OPAS tem ajudado a região a superar desafios significativos de saúde, ao mesmo tempo em que promove uma visão da saúde como central para o desenvolvimento, segurança nacional, comércio e bem-estar social.

A OPAS liderou as Américas para se tornarem a primeira região do mundo a erradicar a varíola e a poliomielite e a eliminar a transmissão autóctone do sarampo e da rubéola e do tétano neonatal.

A Organização também foi fundamental para alcançar um aumento de 30 anos na expectativa média de vida nas Américas, bem como uma redução significativa na mortalidade infantil e uma expansão da cobertura de saúde entre as populações em situação de pobreza e vulnerabilidade.

Nos últimos dois anos, a OPAS trabalhou com países das Américas apoiando a resposta à pandemia de COVID-19, fornecendo testes e vacinas, capacitando profissionais de laboratório e de saúde e coletando e analisando dados para uma melhor tomada de decisão e ação.

Por meio de seus Fundos Rotatório e Estratégico, a Organização adquiriu e entregou 100 milhões de doses de vacinas contra COVID-19 para mais de 30 países nas Américas, bem como US$ 292 milhões em medicamentos para cuidados intensivos, equipamentos de proteção individual (EPI) e testes de diagnóstico.

“Durante a pandemia de COVID-19, a OPAS permaneceu uma organização indispensável, baseada em evidências e resiliente, com um compromisso com os princípios de equidade e solidariedade”, afirmou Etienne. “A OPAS tem muito do que se orgulhar e muito a comemorar em sua rica história de serviço.”