• COVID-19 vaccination in the Americas

OPAS elogia chegada de vacinas contra COVID-19 doadas pelos Estados Unidos por meio do COVAX a países da América Latina e Caribe

25 jun 2021

Honduras será o primeiro a receber uma remessa de 1,5 milhão de doses, seguido por outros países nos próximos dias

Washington, DC, 25 de junho de 2021 (OPAS) – A diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Carissa F. Etienne, elogiou o governo dos Estados Unidos pela entrega iminente de milhões de doses de vacinas contra COVID-19 aos países do Caribe e da América Latina nos próximos dias por meio do mecanismo COVAX. O Fundo Rotatório da OPAS está facilitando essas entregas em estreita colaboração com os governos dos países beneficiários.

Estamos muito gratos aos Estados Unidos por esta contribuição generosa que certamente fará a diferença para os países que estão passando por dificuldades extremas devido às infecções e mortes em curso por COVID-19. A América Latina e o Caribe são o epicentro dessa pandemia e doações como essa são a forma mais eficaz de levar vacinas que não estão disponíveis no mercado para os braços das pessoas que precisam delas com urgência.” - Carissa F. Etienne

A primeira remessa de 1,5 milhão de doses da vacina Moderna está programada para ser entregue a Honduras neste domingo.

O Fundo Rotatório da OPAS está trabalhando com os governos dos Estados Unidos e países beneficiários, bem como com o mecanismo COVAX, em logística e outros aspectos relevantes para garantir que essas vacinas sejam recebidas prontamente, com segurança e prontas para serem implantadas assim que possível.

O COVAX permite que os países compartilhem doses com outros que garantiram alocações autofinanciadas por meio do mecanismo ou de acordos bilaterais. Isso ajudará a aumentar a cobertura da vacina, garantirá que nenhuma dose seja desperdiçada e ajudará a pôr fim à fase aguda da pandemia. O projeto e a operacionalização do mecanismo de compartilhamento de doses do COVAX estão sendo apoiados por uma contribuição de 5 milhões de dólares canadenses feita pelo Canadá.

“Estamos defendendo um maior acesso às doações de vacinas por meio do COVAX e de forma direta”, acrescentou a diretor da OPAS. “Por meio do trabalho conjunto com o mecanismo COVAX, governos, produtores e outros parceiros, conseguimos entregar mais de 21 milhões de doses a 31 países da América Latina e do Caribe, mas a realidade é que ainda enfrentamos uma lacuna gritante de acesso às vacinas."

Além dos Estados Unidos, Etienne também expressou gratidão ao governo da Espanha por doar 5 milhões de doses de vacinas contra a COVID-19 para a região, bem como ao governo do Canadá por seu compromisso de US$ 50 milhões canadenses para expansão do acesso às vacinas contra a COVID-19 na região.

"Temos esperança de que as doações generosas e o apoio dos Estados Unidos, Espanha, Canadá e outros países sirvam de exemplo para outros países desenvolvidos ao redor do mundo, e que possamos expandir o acesso às vacinas o mais rápido possível", enfatizou Etienne.

Os países da América Latina e do Caribe notificam de forma consistente alguns dos maiores números de casos e mortes por COVID-19 do mundo e os hospitais estão no limite. Apenas cerca de 11% da população total do Caribe e da América Latina completou seu esquema de vacinação e alguns países ainda não conseguiram vacinar mais de 1% de sua população.

Desde o início da pandemia, mais de 1,2 milhão de pessoas perderam a vida e 37,2 milhões de casos de COVID-19 foram registrados na América Latina e no Caribe. De acordo com a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), o número de pessoas em situação de pobreza na região aumentou em 209 milhões no final de 2020 – pelo menos 22 milhões a mais que no ano anterior –, representando um aumento sem precedentes nos níveis de pobreza.