Diretora da OPAS celebra plano do Governo dos Estados Unidos para compartilhar doses de vacinas contra COVID-19

3 jun 2021
covax-vacunas

Washington, D.C., 3 de junho de 2021 (OPAS) – A diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Carissa F. Etienne, agradeceu nesta quinta-feira (3) ao Governo dos Estados Unidos por seu compromisso com um plano de compartilhamento de doses de vacinas contra a COVID-19 por meio do mecanismo COVAX.

“As ações anunciadas pela Casa Branca são um bom passo em nosso esforço para colocar as vacinas nos braços de nosso povo na América Latina e no Caribe”, declarou Etienne. “Somos gratos por esta iniciativa para compartilhar doses e incentivamos outros países com vacinas excedentes a seguir o exemplo dos Estados Unidos.”

Os Estados Unidos afirmaram que planejam enviar a primeira parcela de 25 milhões de doses, incluindo 19 milhões adquiridas por meio do COVAX, para países ao redor do mundo. Isso inclui “aproximadamente 6 milhões para a América do Sul e Central para os seguintes países: Brasil, Argentina, Colômbia, Costa Rica, Peru, Equador, Paraguai, Bolívia, Guatemala, El Salvador, Honduras, Panamá, Haiti e outros países da Comunidade do Caribe (CARICOM), bem como a República Dominicana”, especificou a declaração da Casa Branca.

A diretora da OPAS ressaltou: “Os Estados Unidos compartilharão vacinas em nossa região e além de nossas fronteiras. Primeiramente, disponibilizamos as doses para nossos vizinhos mais próximos – Canadá e México. Nossa abordagem de compartilhamento de doses prioriza a América Latina e o Caribe em uma base per capita."

Etienne também observou que “vacinas eficazes são um farol de esperança nesta crise e devemos fazer tudo ao nosso alcance para garantir mais doses para todas as nações das Américas. A solidariedade regional, incluindo a doação de doses de vacinas, será a chave para nos ajudar a superar a atual escassez de oferta”.

“Esta pandemia está longe de terminar e está impactando severamente a América Latina e o Caribe, afetando nossa saúde, nossas economias e sociedades inteiras. No entanto, apenas cerca de 8% dos nossos cidadãos foram vacinados”, disse Etienne. “A região é um epicentro para o sofrimento causado pela COVID-19. Deve ser um epicentro para a vacinação também.”

“Nossa necessidade mais urgente continua a ser vacinas adicionais e, ao agradecer aos Estados Unidos, também quero repetir nosso chamado por outras doações de vacinas aos países das Américas, que têm uma carga epidemiológica elevada e vacinas insuficientes para atingir uma alta proporção de suas populações”, acrescentou a diretora da OPAS.

Até o momento, o COVAX distribuiu cerca de 18,9 milhões de doses de vacinas para 31 países nas Américas. A OPAS e seu Fundo Rotatório estão trabalhando com governos, produtores e outros parceiros para garantir que mais vacinas cheguem à América Latina e ao Caribe, onde essas doses salvadoras de vidas são urgentemente necessárias.