Novo Diretor da OPAS: acabar com a pandemia de COVID-19 e construir uma saúde resiliente são as prioridades

31 Jan 2023
Dr. Jarbas Barbosa foi juramentado como diretor da OPAS
31 Jan 2023

Washington D.C., 31 de janeiro de 2023 – O brasileiro Jarbas Barbosa foi juramentado nesta terça-feira (31/01) como novo diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), comprometendo-se a trabalhar em parceria com os estados membros para acabar com a pandemia e garantir que os sistemas de saúde da região se recuperem mais fortes do que antes. Ele tomará posse no dia 1º de fevereiro. 

“Os países das Américas enfrentam um cenário epidemiológico complexo, com a persistência de doenças transmissíveis, o risco de surtos e epidemias, o aumento das doenças não transmissíveis, as lesões causadas pelos acidentes de trânsito e pela violência e os impactos da mudança do clima”, disse o novo diretor da OPAS. “Precisamos de sistemas de saúde fortes e resilientes, capazes de desempenhar adequadamente todas as funções essenciais de saúde pública”.

Jarbas Barbosa, ex-diretor assistente da OPAS, tomou posse em uma cerimônia realizada na Organização dos Estados Americanos (OEA). A OPAS é a agência internacional especializada em saúde para o Sistema Interamericano e o Escritório Regional para as Américas da Organização Mundial da Saúde (OMS). O novo diretor sucede a Carissa F. Etienne, da Dominica.

Para enfrentar as “desigualdades históricas entre os países e dentro de cada país” e garantir a recuperação da pandemia, o mandato de Jarbas Barbosa se concentrará em cinco pilares estratégicos:

  • Acabar com a pandemia usando as ferramentas que os países têm à mão, principalmente vigilância e vacinas
  • Aplicar as lições aprendidas com a pandemia para preparar-se para futuras emergências de saúde
  • Garantir acesso rápido e equitativo às inovações em saúde para todos os países da região
  • Construir sistemas nacionais de saúde resilientes baseados na Atenção Primária à Saúde
  • Fortalecer a capacidade da OPAS de apoiar os estados membros.
     

“Trabalharei incansavelmente”, disse Jarbas Barbosa “para que a OPAS mantenha todas as conquistas que já obteve, renovando-se a cada passo, sempre construindo redes e funcionando como uma ponte para a compreensão, a solidariedade e a inovação”.

Segundo ele, a pandemia da COVID-19 ressaltou como nunca a importância da saúde universal tanto para o público quanto para os chefes de Estado.

“É urgente transformarmos essa atenção em fortalecimento dos sistemas de saúde, no enfretamento dos problemas e insuficiências que ainda apresentam e na garantia do direito à saúde para todos os povos de nossa região”, acrescentou.

“Há 120 anos, nossos países se propuseram a construir uma aliança para melhorar as condições de saúde e enfrentarem juntos os surtos e as epidemias”, disse.

“O sonho do panamericanismo. O sonho de que a solidariedade entre os países das Américas é uma força poderosa para melhorar a vida dos nossos povos”.

“Estamos aqui hoje, 120 anos depois, inspirados por esses mesmos sonhos que permanecem vivos a nos inspirar”.


Discursos da mesa de abertura

Carissa Etienne, diretora cessante da OPAS

"Ao entregar este escritório e entregar o volante ao meu estimado amigo e colega Jarbas, estou confiante de que o futuro da Organização estará em boas mãos, pois você trará para sua nova função conhecimentos técnicos excepcionais, habilidades astutas na elaboração de políticas, juntamente com pragmatismo e sabedoria de seus muitos anos de experiência adquirida em seu país de origem, o Brasil, bem como internacionalmente".

Nísia Trinidade Lima, Ministra da Saúde do Brasil

[Dr. Jarbas Barbosa] é tanto um pensador quanto um construtor, alguém que transforma ideias em práticas institucionais duradouras. Ao longo de sua extensa carreira, ele atuou em diferentes áreas dentro do Sistema Único de Saúde brasileiro. Como especialista em saúde pública, ele sempre lutou para defender os princípios de uma reforma sanitária brasileira e trabalhar em prol de uma sociedade inclusiva e solidária que tenha a saúde como um direito universal".

Xavier Becerra, Secretário de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos

"Criada por necessidade, endurecida pela crise e mantida pela fraternidade, há mais de 100 anos, a OPAS tem sido testada e tem se levantado para enfrentar todos os desafios em seu caminho. Dr. Barbosa, você tem a grande tarefa de liderar esta organização em um momento particularmente desafiador. Devemos colocar em prática tudo o que aprendemos com a COVID-19, ao mesmo tempo em que reconhecemos que a próxima emergência sanitária pode estar à espreita nas sombras, pronta para emergir a qualquer momento".

Molwyn Joseph, Ministro da Saúde, Bem-estar e Meio Ambiente de Antígua e Barbuda

"Hoje, Dr. Jarbas, você começa a tarefa de continuar o bom trabalho da longa linha de líderes que ajudaram os países das Américas durante os últimos 120 anos. Agora você tem a oportunidade de abrir seu próprio caminho e destino enquanto nos conduzirá em uma era pós-pandêmica com seus muitos desafios. Não tenho dúvidas de que sua experiência, conhecimento técnico e paixão pelo que a saúde pública pode oferecer lhe permitirá atingir seu objetivo de construir um mundo melhor, mais justo e com saúde universal".

Luis Almagro, Secretário-Geral da OEA

"Você está assumindo a liderança da OPAS em um momento crítico para o hemisfério, o momento em que as lições aprendidas com a COVID-19 na região e no mundo devem ser aplicadas para que no futuro possamos enfrentar situações semelhantes da melhor maneira possível".

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS)

"Você começa seu trabalho como diretor regional em um momento difícil – com o aumento da inflação e da dívida, orçamentos apertados, divisão política e guerra. Mas você também começa em um momento importante, em que o mundo emerge da pandemia da COVID-19 e nós buscamos acelerar o progresso em direção às metas do triplo bilhão* e aos objetivos de desenvolvimento sustentável”.

Carlyle de Macedo, Diretor Emérito da OPAS

"Dr. Jarbas Barbosa tem todas as qualidades para ser um excelente diretor e cumprir sua missão com grande eficácia. Sua capacidade técnica demonstrou, através de sua experiência profissional diversificada e bem-sucedida, todas as qualidades e atributos de um líder".

Sir George Alleyne, Diretor Emérito da OPAS

"Ser diretor da Organização Pan-Americana da Saúde é uma responsabilidade quase sagrada, mas estou absolutamente certo de que você cumprirá essa responsabilidade com honra para si mesmo e com benefício para a saúde dos povos das Américas".

Mirta Roses, Diretora Emérita da OPAS

"Desde o início de sua carreira, [Dr. Jarbas Barbosa] tem demonstrado uma atitude aberta e reflexiva, disposto a ouvir, a conciliar e a implementar decisões. Ele tem capacidade e experiência em gestão política e institucional, e amplo conhecimento da OPAS e da OMS, da cooperação internacional e dos parceiros e aliados, assim como dos países da região, das comunidades e das organizações da sociedade civil".

* Triplo bilhão: metas da OMS com o objetivo de ver um bilhão a mais de pessoas em todo o mundo se beneficiando da cobertura universal de saúde, e mais de um bilhão de pessoas mais protegidas para as emergências de saúde e cerca de um bilhão de cidadãos desfrutando de melhor saúde e bem-estar.